Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Profissional Moderno

Profissional Moderno

13
Jun21

Focar no agora

Luís Rito

Todos nós vivemos no agora, não no passado, não no futuro. Por um lado, o passado é excelente, permite-nos aprender com os nossos erros e não os aplicar no presente. Já o futuro, permite-nos pensar mais à frente e antecipar possíveis situações ou problemas. Todos nós tendemos a viajar para o passado ou para o futuro com alguma frequência, não existe qualquer problema nisso. Contudo, hoje quero falar-vos no enorme potencial que é viver no presente, no agora. Existem casos extremos de pessoas que vivem a maior parte das suas vidas ou no passado, ou no futuro, e esquecem-se que a magia acontece no presente. Algumas pessoas mais idosas tendem a viver muito no passado, nos bons velhos tempos, e desistem de viver o seu dia-a-dia. Por outro lado, pessoas mais novas, tendem a estar constantemente a pensar e a projetar o futuro e esquecem-se de viver as experiências que alguém novo deve viver. Se enquanto somos novos pensamos no futuro, e quando somos mais idosos pensamos no passado, não quererá isto dizer que temos que agarrar o presente com unhas e dentes? Não devemos pensar sobretudo no agora, estar 100% comprometidos com o dia atual?

Viver no agora vai trazer-te inúmeros benefícios e reduzir uma série de comportamentos que não são de todo saudáveis. Por exemplo, viver demasiado no futuro pode trazer ansiedade ou um desligar do momento atual. Por exemplo, podes estar num almoço com os teus amigos, e ao invés de aproveitares a 100% o momento, estás a pensar na apresentação que tens que fazer no dia seguinte. Qual o benefício disso? Acabas por não aproveitar um momento bom com os teus amigos para relaxares e te divertires, e quanto a mim, isso é um desperdício. 

 

Motivation

Photo by Randalyn Hill on Unsplash

 

Falando agora um pouco de produtividade, imagina que tens um grande objetivo para cumprir. Algo com dimensão, que não se finaliza em 2 ou 3 dias. Ao viveres demasiado no futuro, vais-te lembrar de forma recorrente deste teu grande objetivo, e de como estás longe de o atingir. Isto pode levar a níveis altos de ansiedade e de medo, podes achar que o caminho é demasiado árduo, ou que nunca o vais conseguir. Ao colocares a mente no momento atual, ou seja, no processo que estás a executar para atingir o teu objetivo, retiras essa ansiedade e sabes que dia-a-dia estás a fazer o caminho para o atingir. Quando se consegue separar um objetivo de grande dimensão em tarefas mais curtas e periódicas, tudo se torna mais fácil. Também te permite ir atingindo algumas vitórias, o que é excelente para a tua motivação. Por exemplo, se tens como objetivo escrever um livro, então a finalização de cada capítulo deve ser motivo de celebração. Ao celebrar o momento, pensa que estás mais perto do teu objetivo, aprende a festejar as pequenas vitórias. É vital apreciar mais o processo e menos o objetivo. É isso que funcionará como combustível no teu dia-a-dia, que te vai fazer levantar da cama e encarar o dia como uma oportunidade de estar mais perto do que pretendes. O importante é nunca desistir e continuar a persistir, mesmo quando a motivação para o fazer é baixa.

 

Agarra cada dia com energia e com foco. Aprende a viver o agora, e passa menos tempo no passado e no futuro, acredita que compensa 😊.