Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Profissional Moderno

Profissional Moderno

13
Abr21

O poder dos hábitos - Desafio 100 flexões por dia

Luís Rito

Olá! Quem acompanha os meus posts de forma regular, sabe que sou um grande adepto da incorporação de hábitos no dia-a-dia. Ora, é exatamente sobre isso que te falo hoje. Trago-te um exemplo de um hábito que sigo quase há um ano, fazer 100 flexões diariamente. Porque decidi iniciar algo deste género? Bom, acima de tudo queria mais uma vez provar a força que tem um hábito positivo nas nossas vidas.

Este hábito, como qualquer outro, necessita que exista um compromisso da nossa parte. Existem dias em que simplesmente não apetece, seja porque tiveste um dia difícil, seja porque está a chover, seja porque discutiste com alguém. Contudo, é nesses dias que é mais importante mantê-lo. É necessário "aparecer" todos os dias, sem exceções, só dessa forma se pode colher os benefícios. 

 

Depois desta pequena introdução, passamos aos factos. Depois de meter na cabeça que iria conseguir fazer 100 flexões seguidas, percebi que sempre fui um tipo desportista, mas que nunca havia conseguido chegar a um número tão grande de flexões. Quando comecei, fazia cerca de 50, e rapidamente entendi que até chegar ao meu objetivo não ia ser uma questão de semanas mas sim de meses. Como qualquer hábito positivo, é normalmente difícil ver o benefício nos primeiros dias. A recompensa aparece algum tempo depois. Já os hábitos negativos, tens a recompensa de forma instantânea, mas não te trazem qualquer tipo de benefícios no médio/longo prazo. Exemplos, fumar, má alimentação, sucumbir à preguiça, etc.

Dia 1 da minha jornada, forcei-me a fazer o máximo que conseguia, parando para descansar, e tornando a fazer mais flexões, até chegar ao número mágico de 100. Não tenho muito claro o número inicial que consegui, mas sei que foram cerca de 50, depois 25 e terminei com outras 25. O desafio diário era sempre o mesmo, tentar aumentar o primeiro número, de 50 para 51, depois 52, e por aí em diante. Independentemente do número de flexões da primeria série, forçava-me sempre a fazer 100 por dia. Aos poucos e poucos, cheguei a 60, depois 70, depois 80, e agora, após vários meses, consegui atingir o meu objetivo de fazer 100! Aliás, já bati esse recorde e vou em 110 (dá uma vista de olhos no vídeo). Nas primeiras semanas o progresso foi muito lento, diria mesmo inexistente. É neste período que se torna fácil desistir. A grande lição que este pequeno hábito nos ensina é que são nesses momentos que temos que continuar, dia após dia, todos os dias. De um momento para o outro o número começou a subir, e agora é-me muito fácil fazer 100 flexões seguidas. Tudo com um simples hábito, em que o único custo que teve para mim foram 2m a 3m diários. Algo que verifiquei que ajuda muito é fazer o hábito numa hora específica, ou após alguma ação. Desta forma não te esqueces de o realizar. Por exemplo, após acordar realizar o hábito, ou então antes de almoçar. São exemplos para o teu cérebro entender que falta fazer algo.

 

 

Qual a moral desta história? Muitas vezes tendemos a impor restrições a nós próprios. Seria muito mais fácil dizer: "nunca vou conseguir fazer 100 flexões, é impossível", que dizer: "vou-me esforçar todos os dias para chegar ao meu objetivo". Acredito que o ser humano tem uma capacidade espetacular de evoluir, de mudar, de perseguir um objetivo e atingi-lo, seja ele qual for. Os hábitos são uma excelente forma de lá chegar. Queres ser melhor a tocar um instrumento musical? Inicia um hábito de praticar 30m por dia. Queres iniciar um negócio? Investe todos os dias 50m ou 1h na perseguição desse sonho. Queres correr a maratona? Treina corrida todos os dias, e participa na mini e meia-maratona antes de passares para a maratona. É tudo uma questão de investir esforço diário na perseguição de algo, e não falhar nunca, mesmo naqueles dias em que não apetece. Na minha opinião é esse o grande segredo das pessoas de elevado sucesso. Normalmente têm um objetivo muito bem definido, e todos os dias vão atrás dele.

 

Não facilites, vai atrás do que queres, é possível :)!